HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

sábado, 20 de dezembro de 2014

Sonhando e esperando 2015 chegar...


Conversa particular ao pé do fogo.
Sonhando e esperando 2015 chegar...
  
                    O ano está chegando ao fim. Mais um que Deus me deu a honra de estar ainda em pé e lutando pelo bem do escotismo. Minha luta enquanto viver não para, para isto uso dos meios que tenho para levar a todos os amigos ou não uma palavra amiga, um abraço fraterno e um desejo único que somos todos irmãos. São anos de luta sem contar meus tempos de menino onde deste 1947 faço escotismo. Tive a honra de ser um Comissário de uma Região Escoteira, membro da Equipe de Formação por anos e anos, assistente regional, Comissário de Distrito Chefe de várias sessões Escoteiras. Sempre fui presente e me chamavam de orgulhoso por não abaixar a cabeça para ninguém. Isto não se faz, pois no escotismo somos todos iguais. Tenho duas páginas no Facebook com mais de 8.500 participantes. Quatro grupos que somados tem mais de 19.000 inscritos. Quer ser meu amigo virtual? É bem vindo. Dos meus sete blogs que administro os leitores são de os mais diversos países.

                    Nunca me senti bem trabalhando no escotismo para receber dividendos. Até hoje não sou a favor de propaganda daqueles que usam dos meios que temos para fazer marketing dos seus produtos. Penso que deveriam sim fazer marketing dos valores Escoteiros. Escrevo um ou dois contos por dia. Já devo estar passando dos 2.000 escritos sobre o movimento Escoteiro. Dizem que por ser aposentado tenho todo tempo do mundo. Não sei se é verdade, pois quando mais jovem corria em todo meu estado e os vizinhos para ajudar, dar cursos e criar novas unidades Escoteiras. O que gastei do meu próprio bolso perdi a conta há tempos. Já disse aqui que não tenho registro na UEB. Já tive por mais de 40 anos hoje não mais. Brinco com amigos que minha melhor época Escoteira era quando não me metia em política, fazia meu escotismo gostoso devendo responsabilidades aos meus pais e os chefes somente. Não pertenço a nenhuma outra associação no Brasil. Acredito na UEB, mas não como é dirigida atualmente. Por isto escrevo muitos artigos que muitos não gostam, pois sempre digo o que penso dos desmandos e das imposições e da falta de transparência dos lideres que a dirigem.

                 Tenho somente um objetivo hoje em minha vida, é levar alegrias, sonhos, e conhecimentos Escoteiros aos que necessitam e uma visão gostosa do escotismo como acredito deva ser realizado. Como seria bom mostrar o escotismo na forma que BP deixou, alegre e solto, sem imposições, feito sempre que possivel ao ar livre acampando ou excursionando. A burocracia que hoje existe não faz parte do que penso do escotismo aventureiro. Acredito que o escotismo devia ser bem  trabalhado no meio mais humilde. Os menos favorecidos hoje não tem condições de fazer escotismo como deveriam fazer. Enquanto aqueles que têm condições financeiras participam das alegrias de um Jamboree muitos só ficam nos sonhos. As atividades regionais e nacionais são caríssimas, os dirigentes não se preocupam em baratear as taxas e custos. Impossível? Não. É possivel sim desde que se trabalhe para isto. Sabemos que o Jamboree deste ano terá uma participação menor que 5% (cinco por cento) do efetivo nacional. Isto sem levar em consideração que quase 50% dos participantes são adultos. Ou seja, menos de 3.000 jovens irão participar. Escotismo que acredito é feito de fraternidade mutua. Não compactuo com a busca do aumento do caixa das regiões e da nacional.

                   O ano termina. Não deixarei nunca de tentar semear a felicidade escoteira onde possa alcançar. Não tenho as mágicas para dizer Abracadabra. Luto por isto nas minhas páginas, grupos ou Blogs. Sempre direi e sempre repito que somos todos irmãos não importa onde. Meu sonho é que um dia os donos do poder também pensem que os direitos são iguais e não de uma minoria mais abastada e que não somos fantoches para ser manejados como eles fazem hoje.  

                 Peço a Deus que 2.015 possa ser o ano da mudança. Se eu conseguir chegar até o final do ano, continuarei serrando fileiras com todos aqueles que fizerem do seu caminho um caminho para o sucesso que tanto Baden-Powell desejou.


Sempre Alerta a todos e um natal Escoteiro para todos!