HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Lord Baden-Powell, cidadão do mundo.


Lord Baden-Powell, cidadão do mundo.
(22/02/1857 – 08/01/1941)

Será que hoje todos os Escoteiros do mundo estarão reunidos com as mãos entrelaçadas cantando uníssemos a linda Canção da Despedida? Até que pode ser, até que poderíamos cantar que não é mais que um até logo, não é mais que um breve adeus. As lembranças do nosso Impeesa o Lobo que nunca dorme permanece vivo na mente de todos os Escoteiros deste pequeno planeta que habitamos. Na mente, no coração o espirito de BP é imutável e acredito que de todos os heróis do mundo ele será lembrado por toda a eternidade.
  
Lord Robert Baden-Powell "BP" - Chefe Escoteiro do Mundo, o nome de Baden-Powell é conhecido e respeitado em todos os lugares como o homem que, em seus 83 anos levou duas vidas separadas e completa, um como um soldado lutando por seu país, e outra como um trabalhador para a paz através da fraternidade do Movimento Escoteiro. Fundador original do Escotismo, Lord Robert Baden- Powell viveu por um lema interessante: Nós só temos um pouco tempo de vida, por isso devemos fazer as coisas que valem a pena, e fazê-las agora. Essa crença influenciou claramente sua visão da organização que ele estava a criar. Mas também continua a definir a verdadeira importância do Escotismo, a relevância e o impacto de seus programas, bem como o papel vital que os nossos grandes voluntários desempenham na tomada de Scouting o que é hoje. Em oito de janeiro de 1941, aos 83 anos de idade, BP morreu. Ele foi enterrado em uma cova simples no Nyeri dentro da vista do Monte Quênia. Em sua cabeça de pedra são as palavras "Robert Baden-Powell, Chefe Escoteiro do Mundo".

Ele sabia que ia partir e nos deixou a célebre mensagem de Peter Pan que todos conhecem. Hoje faz 73 anos que ele se foi. Saudades correm pelas fronteiras do mundo. No céu milhares de jovens transmitem suas mensagens de amor, amizade e fraternidade. Seu sonho de ver através do seu querido movimento Escoteiro uma união fraterna de todos os povos do mundo não acabou e nunca vai acabar. Ele vive na mente, no espírito e no coração dos jovens e adultos que participaram e participam deste movimento sem similar. Seu exemplo de vida ficará marcado para sempre no panteão dos heróis. Todos conhecem sua ultima mensagem. Mas aqui em nome de todos vocês eu faço questão de lembrar o que disse. Existem homens que sabem sua rotina e existem homens que fogem da rotina e estes se transformam em heróis da humanidade:

Escoteiros:
 Se porventura vocês tiverem visto a peça "Peter Pan", deverão estar lembrados de que o chefe-pirata estava sempre fazendo o seu "discurso de moribundo", porque receava que, possivelmente, quando chegasse a hora de ele morrer, não tivesse mais tempo para dizer tais coisas. Acontece quase a mesma coisa comigo e, assim, e embora neste momento eu não esteja morrendo - qualquer dia destes eu morrerei - , quero enviar a vocês uma palavra de despedida. Lembrei-me de que será a última vez que vocês ouvirão minhas palavras. Portanto, pensem bem nelas. Eu tenho tido uma vida muito feliz e quero que cada um de vocês também tenha uma vida feliz. Acredito que Deus nos colocou neste mundo alegre para que sejamos felizes e para gozarmos a vida. A felicidade não provém do fato de ser rico, nem meramente de ter sido bem sucedido na carreira; e, tampouco, de sermos indulgentes para com nós mesmos. Um passo na direção da felicidade é o de tornar-se saudável e forte enquanto se é ainda um jovem, de sorte que possa vir a ser útil e, dest'arte, gozar a vida quando for homem.
O estudo da natureza mostrará a vocês quão repleto de coisas belas e maravilhosas Deus fez o mundo para vocês gozarem. Alegrem-se com o que receberam e façam bom proveito disso. Olhem para o lado brilhante das coisas, ao invés do lado sombrio delas. Contudo, a melhor maneira de obter felicidade é proporcionar felicidade à outras pessoas. Tentem deixar este mundo um pouco melhor do que o encontraram e, quando chegar a vez de morrerem, possam morrer felizes com o sentimento de que, pelo menos, não desperdiçaram o tempo, mas sim fizeram o melhor que puderam. Estejam preparados, desta maneira, para viverem e morrerem felizes, sempre fiéis à Promessa Escoteira de vocês, até mesmo depois que deixarem de ser jovens - e que Deus os ajude a cumpri-la. “Vosso amigo, Baden-Powell.”


Sempre Alerta meu grande Chefe. O escotismo graças a você ainda existe e nunca vai acabar!