HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

sábado, 15 de outubro de 2016

O sonho não acabou.


Histórias Escoteiras.
O sonho não acabou.

         - Sabe Chefe, acho que estou ficando cansado. São anos com vocês. Tentei ao meu modo ser um bom Chefe e quer saber? Nem sei se fui. Acho que não sou exemplo perfeito do Chefe feliz, do Chefe motivado, do Chefe cheio de ideias e planos a desenvolver com a escoteirada. Veja o Heraldo, mais novo que eu, não só de idade e de escotismo. Nem bem “tirou” a Insígnia de Madeira e já foi chamado para cursos avançados. E eu? Chefe, não me pergunte por que ainda não “tirei”. Eu mesmo pensei muito sobre isto. - Sabe Chefe eu tenho é medo. Não ria Chefe, por favor, eu tenho mesmo muito medo. Medo de ser um Insígnia e ter de deixar a tropa. - Sei Chefe, não precisa repetir, eu só saio se quiser. Mas isto não acontece sempre? Chefe meu amigo, você tem metade da culpa por eu estar aqui até hoje. Afinal se não fosse você já teria ido embora há tempos.

           - Joe Delta olhou para o céu. Quem sabe uma oração resolveria? Ele fora na casa do Chefe Giacomo para dizer a ele que não ia mais voltar. Seu coração batia e pedir para ele não ir embora. Se fosse metade da sua vida acabaria. O escotismo foi para ele um sonho real. Sua vida mudou completamente e sua maneira de pensar. Amava aqueles meninos, daria a vida por eles se fosse preciso, mas tudo estava desmoronando. Sabia que uma lista de demissão no emprego estava sendo feita. Ele não era dos mais antigos e ainda solteiro. Sabia que seria um dos primeiros nomes a serem dispensados. E agora para atrapalhar tudo Heraldo com sua Insígnia passou a mandar em tudo. Julgava-se ser o mais capacitado e o Chefe Giacomo na sua simplicidade não dizia nada. Joe Delta nunca culparia o Heraldo pela sua saída. Não era de o seu feitio culpar ninguém. Para ele cada um era dono de si e devia resolver seus próprios problemas vendo seus erros e corrigindo.

              - Joe Delta olhou no fundo dos olhos azuis do Chefe Giacomo. Uma vida dedicada ao escotismo. Um dos primeiros e um dos fundadores do grupo. Quanto tempo? Quem sabe mais de quarenta anos. De uma simplicidade tão grande que nunca discutiu com ninguém. Um Chefe perfeito, educado, simples, alegre e nunca perdeu a calma. Mesmo agora com o Heraldo e sua Insígnia querer ser o maioral. Ele vivia dizendo que agora o grupo iria mudar, seria outro grupo. Ele sabia como fazer, Heraldo era daqueles que não media consequências e nem se importava com o coração dos outros. Ele precisava mostrar aos chefes distritais e regionais que era capaz. Precisava ser o responsável pelo grupo, se não nunca iria ser convidado para ser um deles. Ele sonhava com isto. Quando entrou no escotismo sempre fora um jovem contestador, mas obediente e disciplinado. Ambicionava sempre ser o Chefe de tudo. Nos seniores ele sorria, corria com eles para jornadas, acampamentos e a rapaziada o adorava. Foi assim que fora convidado pelos Grandes Chefes. Ele sabia que para ser alguém tinha de ficar do lado dos poderosos.

              - Heraldo ficou amigo do Mister Lou, um Chefe que praticamente mandava na região. Era Diretor de alguma coisa e participava dando cursos, pois conseguiu sua quarta conta e isto era só para os famosos. Heraldo olhava embevecido quando estava com ele. – Se Deus quiser vou ter as quatro também jurou a si mesmo. Mister Lou não era um Chefe ruim. Até que era simpático e amigo de muitos chefes da região. Sabia participar sem ser o dono das ideias, mas no fundo era ele quem decidia. Ele sabia que no escotismo a disciplina era tanta que poderia ficar no poder por muitos e muitos anos e interessante é que ele sempre falava estar cansado e queria passar o bastão para frente. Heraldo fazia tudo que ele mandava. Sempre telefonando, passando e-mails e perguntando o que fazer na próxima jornada sênior. O dia chegou. Recebeu a IM e foi convidado para um avançado.

              O Chefe Giacomo não sabia que posição tomar. Não iria contra Joe Delta e nem tão pouco com o Heraldo. Ele mesmo também se sentia cansado e se Heraldo assumisse ele ia viver a vida de pescador que sempre quis. Ele sabia que amava aquele grupo, dera por ele uma vida. Mas ele sabia que sua hora havia chegado. Que Heraldo fizesse o que sonhava. Quem sabe isto seria bom para o grupo? Não foi Victor Hugo quem nos ensinou que a vida nos reserva surpresa? Uma atrás da outra. Na vida temos muitas surpresas, boas, ruins, inesperadas... Temos que estar preparados para reagir a cada uma delas. Chore, ria, faça careta, pule, dance, cante, corra viva. Não tenha medo de Viver e ser feliz! Existem momentos na vida, que podem parecer bobos, que possam parecer comuns para você, mas um dia você pode olhar pra traz e dizer: esse foi o dia mais feliz de minha vida. "até agora". Por isso, aprecie cada momento na vida, como se fosse único, e especial, com uma pessoa especial. Não busque a felicidade muito longe, ela pode estar mais perto do que você imagina! Tente apenas ser feliz, faça o que der vontade, não se importe com o que os outros dizem sobre você, porem, tente não dizer nada sobre os outros. Não faça com o próximo o que não quer para si mesmo.

              Joe Delta foi chamado na Diretoria onde trabalhava. Uma surpresa enorme – Foi promovido a Gerente de Almoxarifado. Heraldo foi chamado pelo Gerente do Banco onde trabalhava. Foi dispensado sem nenhuma explicação. Procurou Mister Lou para que o ajudasse. Quem sabe ele poderia conversar com o Diretor do Banco? Afinal se conheciam. Mister Lou pediu desculpas e não ajudou. Joe Delta o procurou. Disse que tinha uma vaga para ele na fábrica com um bom salário. O Chefe Giacomo no Conselho de Chefes do grupo foi homenageado e entregaram a ele uma medalha gratidão ouro. Mesmo assim fez questão de passar o bastão para Joe Delta. Heraldo com os olhos cheios de lágrimas não sabia o que dizer. Disse para si que amigos são os que os rodeiam. Os distantes nem sempre podem fazer o que aquele que é seu vizinho pode fazer. Joe delta sabia que a Insígnia de Madeira tinha o antes e o depois. Sabia que precisa dela não para afirmação de poder, de ser melhor e sim de poder fazer aquilo que sempre sonhou. Ser um Chefe Escoteiro querido e amado por todos da tropa.


               Até hoje Chefe Giacomo quando não está pescando vai a o Grupo. Sempre com seu sorriso de irmão Escoteiro. Heraldo aprendeu uma lição. A ambição tem limites e ela não pode prejudicar aqueles que o amam. Heraldo viu que quando precisou foram os do grupo que o socorreram. Os Grandes Chefes nada fizeram por ele. Seu sonho de formador, de líder distrital morreu. Hoje ele anda sorrindo e cantando pelas montanhas, pelos vales, pelos campos com seus sêniores e guias. Dizem que casou com uma pioneira e já tem um casal de filhos. Joe Delta foi chamado à região e queriam fazer dele um assessor regional. Agradeceu e agora com sua Insígnia no pescoço faz questão de ser o que sempre foi. Não iria mudar e ser o que não era. Como dizem por aí, deixe-me viver e viva enquanto puder. Um dia de cada vez para não perder as surpresas da vida.