HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Significado das Cerimônias.


Conversa ao pé do fogo.
Significado das Cerimônias.

            Pensei comigo: - Hora dos lobos? Bem pelo sim e pelo não resolvi falar para eles os chefes de lobinhos. Afinal tem os assistentes começando que sempre gostam de saber coisas de Seeonee. Sei que o que escrevi todos conhecem e sabem de cor, mas porque não contar novamente o significado de algumas cerimônias de lobinhos?

GRANDE UIVO significa uma forma de mostrar que os Lobinhos estão prontos para obedecer às ordens do Akelá e, mais do que isso, fazê-lo da forma Melhor Possível! Assim, é também uma forma de reafirmar a sua Promessa e dar boas vindas ao Akelá. Esta cerimônia lembra as reuniões da Roca de Conselho, onde o Akelá ficava sobre a pedra e os Lobinhos à sua volta, prontos e fiéis para cumprirem as suas ordens.

CAÇA LIVRE significa que a partir deste momento os Lobinhos caçarão sozinhos, sem a liderança do Akelá, por esse motivo deve ser feita somente no final da atividade, realmente no momento em que o chefe da Alcatéia deixa de exercer vigilância sobre os Lobinhos, desenvolvendo assim um sentimento de responsabilidade. Liberações durante a reunião correspondem ao “BOA CAÇADA”.

A PROMESSA além do significado primeiro que é o compromisso assumido que resulta na entrada do membro na fraternidade escoteira, o Lobinho tem o seu lado romântico que é analógico ao tema da Jângal, ou seja, ele passa ser um lobo, ele ingressa na Alcatéia de Seeonee e passará a viver de acordo com as suas leis e sob a liderança do Akelá.

A PASSAGEM DO LOBINHO, indiscutivelmente, é a retratação da história a embriaguez da Primavera, onde o Lobinho deixa a Jângal e ingressa na Terra dos Homens, que vem a ser a Tropa formada ao lado da Alcatéia. O obstáculo existente entre a Alcatéia e a Tropa significa os próximos obstáculos que ele terá que vencer, só com seus próprios conhecimentos e sem ajuda dos Velhos Lobos. Esta é uma das cerimônias mais bonitas e tocantes na Alcatéia; por isso, deve ser preparada com cuidado e observados os seguintes itens para que alcance o seu objetivo:

1.     É importante que seja explicado antes o significado da cerimônia ao Lobinho, para que ele compreenda o seu significado, os demais Lobinhos e a Tropa também deverão estar conhecedores do significado que poderá ser relatado sucintamente no início da cerimônia, acrescentando-se detalhes a cada nova passagem, ou mesmo, poderá vira a ser relatado em uma determinada reunião de Tropa.
2.     É sumamente importante que a Chefia de Alcatéia demonstre a alegria e o orgulho por seu Lobinho estar alcançando este novo estágio, a cerimônia deverá ser alegre o suficiente para demonstrar isso.
3.     É também importante à presença do Presidente/Diretor Técnico do Grupo nesta cerimônia, o que irá evidenciar o sentido de globalidade e identidade do Grupo Escoteiro. Poderá haver algumas atividades conjuntas entre a Tropa e a Alcatéia, coordenada pelos dois Chefes de Seção, neste dia, o que acentuará o espírito de Grupo.
4.     Reafirmar a sua Promessa e participar do Grande Uivo significa fidelidade a estes princípios até o fim.
O regresso de Mowgli já crescido à Aldeia hindu é à entrada do indivíduo adulto, bem equipado, na vida social e comunitária.
Os animais na realidade são como ele, estão no interior dele, mas agora ele está pronto para viver com os homens, agora começa a sua vida humana. A Lei da Selva ensinou-lhe o que é ou não aceito na sociedade e, graças a ela, Mowgli é capaz de uma vida mais evoluída.

O Livro da Jângal encerra toda uma filosofia!

Aplicação destes valores
É preciso ter em mente a importância de todos estes significados para podê-los aplicar corretamente; à medida que associamos nossa vida de Alcatéia a vida de Seeonee, assumimos um compromisso de sermos fiéis a ela, sob pena de destruirmos a própria credulidade nos valores que tentamos transmitir.
Exemplificamos: Um Akelá deverá analogicamente liderar por ser o mais forte, pensar na coletividade, espelhar o que Akelá é na história, então um Akelá que procurar primeiro satisfazer suas necessidades deporá contra a imagem do líder, um Akelá desmazelado demonstrará que não sabe mais, pois não sabe nem se cuidar. Assim, destruiremos tudo o que a história pode construir.

Da mesma forma, não podemos fazer que meninos “encarnem” a figura de lobos se o fundo de cena da atividade for totalmente incompatível com a Jângal, tanto do ponto de vista técnico (daí o fato de não haver Modalidade para o Ramo Lobinho) quanto na própria expressão dos valores (que animal da Jângal praticaria jogos de azar, por exemplo?). Para que estes valores, tão a propósito e de acordo com a realidade infantil possam funcionar, é preciso que primeiro, nós os levemos a sério, os saibamos entender, para depois aplicá-los corretamente, oferecendo assim aos meninos rica flora de aventuras, capaz de fazê-los sonhar e vibrar, acrescentando às suas vidas dádivas importantes de caráter que melhor os prepararão para a vida adulta. Os fundamentos da Alcatéia e a razão do seu sucesso são:
§  Obediência e respeito ao Akelá.
§  Capacidade de renuncia aos interesses individuais em proveito dos interesses coletivos.

§  A lei da selva conhecida por nossos Lobinhos, que estabelecem pensar primeiro nos outros, abrir olhos e ouvidos, estar sempre alegre e limpo, ouvir velhos lobos e dizer sempre a verdade, são como uma tradução infantil das atitudes e condutas próprias do indivíduo que está em boas relações consigo próprio e com a sociedade.