HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Alô meus amigos e minhas amigas Escoteiras.


Alô meus amigos e minhas amigas Escoteiras.

Muitas vezes sou mordaz quando displicentemente comento sobre a vestimenta escoteira. Sei que a maioria de vocês usam. Respeito à escolha. Afinal nem todos apreciaram o caqui e mudar é bom. Mudar sim desde que haja uniformização. Sei também que o exemplo do Chefe é tudo. A Alcatéia e a Tropa é o espelho do Chefe. Aprendem com ele. Nada contra, mas olhe com o advento da vestimenta se deu liberdade para se usar como quiser. Sei que o POR libera o uso da camisa para fora da calça e outros apetrechos mais. Desculpe, eu não concordo. Não somos militares, mas temos que nos preservar como tal. Qualquer um sabe que alguém que não se apresenta como os demais será criticado ou mal olhado. Uniformidade é a regularidade no modo de agir, de sentir, da identidade e semelhança entre itens de um dado conjunto ou série, ou entre as partes de um todo.

Somos uniformes em nossa apresentação? Já ouvi comentários mil de pessoas não Escoteiras achando que isto desfaz com uma associação de mais de cem anos de tradição. Sei que muitos terão mil respostas para dar. Outros não se importam ou não conhecem a tradição escoteira. Foram poucos que tomaram esta decisão e sempre me bati pela falta de informação, pela pesquisa, pela sugestão ou mesmo ouvir a quem de direito. Agora é fato consumado. Sempre me pegam de jeito para responder alguns educadamente outros não para dizer que sou um Velho prepotente, chato e ultrapassado perdido neste tempo formoso dos escoteiros do Brasil de hoje. Pode ser.

Nunca vou esquecer o meu Chefe que me mandou e muitos outros de volta para casa dizendo: Ou você está uniformizado ou não está. Volte quando todos admirarem você! Não adianta justificar se a sociedade tenta associar o escotismo com padrões que escolheram para entender, ou melhor, compreender o que são e o que fazem os Escoteiros. Se a UEB aprova eu sei que a sociedade de uma maneira geral não aprova. Quantos comentários após os desfiles ou apresentações dos grupos que muitos dizem que não somos mais escoteiros? Afinal não sei se custa se apresentar bem uniformizado, seja com o caqui, seja com a vestimenta ou o do ar ou mar e olhe isto trás enormes dividendos. Eu lhe pergunto: - Quais os resultados de tudo isto? Estamos crescendo e tendo mais apoio na comunidade local? A participação está sendo mais efetiva? A taxa de evasão está diminuindo? Calma, não se apoquente. Ainda sou seu amigo e mesmo que me diga que não é o uniforme que faz o Escoteiro eu sei que a sociedade não pensa assim. Mas que seria tão bom se fossemos mais exigentes com nossa apresentação seria.

Mil perdões, mil desculpas. A escolha é sua e não minha, a minha eu já fiz e faço questão de me apresentar com o que acho certo. Olhe por favor, saiba que lhe quero bem com a vestimenta com o caqui, com o do ar e do mar. Saiba que amo o escotismo como você e espero imensamente que você seja feliz com ele como eu sempre fui nos últimos 68 anos que dele participei e participo!

Abraços fraternos e até mais. Uma linda tarde para você.