HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Dizer SAPS é bonito prá xuxú!


Conversa ao pé do fogo.
Dizer SAPS é bonito prá xuxú!

                      Deixei este tema de lado. Pelo menos são poucos que ainda dizem SAPS para mim. Até mesmo um Grupo aqui no Facebook adotou o nome. Que ele tenha vida longa e próspera. Sei que sou um Velho gagá, chato de galocha e implicante com os modernos meios e colocações escoteiras que hoje estão aí aos milhares. Não é minha praia. Sou daqueles atrasados que valorizam demais nossas tradições. Mas vamos lá, quantos artigos eu já fiz sobre esta beldade de nome? Se é que é um nome, sei lá. Acho que comentei bastante. E o pior é que sendo um Velho Escoteiro gagá nunca desisto. Um amigo que usa uma bengala me disse que é isto que os “os novos çabios” do escotismo sabem fazer. Mostrar o tradicional eles nem pensam. Mas inventar os “Pafúncios” da vida sabe, e como sabem. Não é que não goste do tal de SAPS. “Belle Époque” quando sorriamos ao dizer Sempre Alerta para Servir. Afinal eu sei que SAPS É SAPS nada alem de SAPS. Sabe o que me lembra? Um monte de sapos na lagoa. Risos. Mas vamos lá, vamos ver o tal de SAPS que todos adoram:

                     Desde que o escotismo veio para o Brasil que sempre dizíamos Sempre Alerta. Um belo dia um artista Escoteiro da liderança nacional destes que acham que o mundo agora é outro, criou o Servir para o pioneiro. Sinceramente? Eu gostei. Os pioneiros merecem. Mas esqueceram do Senior. Eles continuaram como o Sempre Alerta. Bom demais. Bem juntaram o Sempre Alerta como o Servir e isto serviu para todo mundo. Era bacana dizer: - “Sempre Alerta para servir”!  Afinal somos um movimento de ação sempre procurando ajudar. Bacana isto. Soube que a UEB querendo mostrar que devemos servir a ela, adorou dizer Sempre Alerta para Servir. E foi então que o mundo Escoteiro brasileiro passou a dizer: - "Sempre alerta para Servir!". Mas aí Dona UEB não satisfeita modificou a promessa dos chefes e acrescentou: “Servir a União dos Escoteiros do Brasil.”. Qualquer associação vive para servir e não ser servida. Não satisfeita um “Çabio” como tantos que tem por lá escreveu um dia em um ofício: - SAPS!

                    Até aí tudo bem, afinal nem todos eram rápidos na datilografia e simplificar é melhor. Soube que era difícil prá xuxú dizer Sempre Alerta para Servir. Alguns engasgavam, a língua enrolava, tossiam e então surgiu um oba, oba onde em qualquer lugar todos diziam: SAPS! Foi demais. Estupendamente e maravilhosamente ele foi adotado para alegria da escoteirada. Muitos que não gostavam de escrever passaram a enviar cartas, ofícios e ouve até um que escreveu a um Chefe: Tu maestro, tá expulso do escotismo. Devolva as medalhas o lenço de Gilwell, os certificados e SAPS! E não parou por aí. Era SAPS daqui, SAPS dali, SAPS para todo lado. Uma SAPAIADA sem tamanho. Como no Brasil todos gostam de abreviaturas a UEB sapecou um carimbo: - APROVADO! SAPS!

                   E não é que pegou? Todos gostaram. O SAPS virou vitamina A, Bombril, sonho de valsa (este eu gosto) e até Lobinho esqueceu o Melhor Possivel. Prá todo lado só diziam SAPS. Na rua na sede alguém gritava: - Oi Chefe! SAPS para o Senhor! O Lobinho chegava à sede e na melhor pose gritava: SAPS para todo mundo! Esqueceram que o SAPS era uma abreviatura do Sempre Alerta para Servir. – Alguém um dia perguntou a um Escoteiro o que significava SAPS! Ele coçou a cabeça, juntou os cascos e disse em alto e bom som: SOU ASCOTEIRO POR SINAL! Ninguém entendia nada, poucos sabiam o que a sigla significava. Lembro-me de um programa na rede Globo. O Chefe chegou e disse para o entrevistador: SAPS! O cara ficou baratinado. Que diabos é isto? Pensou. Mas deixe prá lá. Agora me responda como se eu fosse um menino de seis anos: Quando você diz ou lê SAPS, sua mente traduz rapidamente para Sempre Alerta para Servir? Ou o tal de SAPS continua a ser SAPS?

                   Mas vamos analisar melhor o SAPS. Será que se esqueceram dos lobos? Melhor Possível? Coitadinho dos pequenos. Para ser leal com eles deveria ser MPSAPS! Que papo danado de chato eim? Se quiserem podem me contradizer. Não ficarei chateado. Não gosto de dizer SAPS. Prefiro o meu bom gostoso e supimpa tradicional Sempre Alerta! Adoro ele de montão. Ele é assim em todo o mundo com algumas variações. Não sou viajado pelos “estrangeiros”, mas acho que vocês nunca irão encontrar países com escotismo com saudações abreviadas. Tentem escrever para um inglês, francês, espanhol, russo, ou seja, lá que país for e coloque em baixo – SAPS! Ele vai ficar “baratinado”. Irá sorrir pensando: - São coisas de brasileiros! Mas se fosse Sempre Alerta todos saberiam. Claro que os alemães responderiam: - Alizeit bereit, o espanhol diria Siempre Listo, o filipino Laging Handâ, o finlandês Ole valms, o francês Sois Prêt ou Toujours Prêt, o Holandês Weest Paraat, o inglês Be Prepared o Italiano Sii Preparato. Ufa! Melhor parar por aqui. Será que alguns deles têm abreviaturas?

                     Outro dia fiquei pensando se existisse uma máquina do tempo, e a gente voltar ao Jamboree da Inglaterra, onde BP estava presente e chegar dizendo em alto e bom tom: Salve Lord Baden-Powell. SAPS! E ele? Ia sorrir é claro, afinal era um gentleman e mesmo não entendendo nada irá retribuir a saudação. Se alguém traduzir ele ficará encucado com o tal de SAPS! Primeiro vai analisar pelo idioma Zulu, ou espanhol, ou francês, ou italiano. Depois vai ver que devia ser coisa de espião Inglês do MI5 ou da KGB para avacalhar sua defesa de Mafeking. Ainda bem que no meu tempo era gostoso encontrar alguém do escotismo ou chegar à sede e gritar: SEEPREEE ALERTAAA! Outro dia me perguntaram o que o Chefe responde aos seus meninos de sessão: - Depende meu caro Chefe se for na Alcatéia diga Melhor possível, na Tropa Sempre Alerta, nossa seniores o mesmo e nos pioneiros servir. Ele sorrindo me disse: - Não é melhor dizer SAPS para todo mundo? Mais fácil e rápido Chefe! Puxa vida! Vivendo e aprendendo. No mínimo ele deve ser da UEB ou EB sei lá, mudaram tanto, desdenharam de antigos programas, criaram um novo uniforme e querem jogar goela abaixo o tal de SAPS?


                     Bem cada um diz o que quer. Eu não. Sou um tradicionalista nato. Chamem-me do que quiserem. Se eu fosse um chefe Escoteiro iria ensinar minha sessão a dizer sempre alerta, ou melhor, possivel ou servir. Isto para eles significaria muito. - Estarmos Sempre Alerta para o que der e vier. Akelá! Farei o melhor possível! Mestre Pioneiro, Servir! Bem isto sempre fiz, mas agora as mudanças são tantas, são tantos “çabios” no escotismo que fico pensando onde vamos parar. SAPS? Meu Deus! O Sempre Alerta pode estar aí, mas SAPS é SAPS. Quando o pronunciamos nem lembramos mais do Sempre Alerta. Risos. "Velho" chato de galocha não tem outra coisa para se preocupar? Não tenho não. Sou um desocupado aposentado meu amigo. Defendo com o que posso as tradições Escoteiras. Quanto a ser um Chato de Galocha e gagá sou mesmo com muito orgulho. Risos. E chega por hoje!