HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Viva Datena e droga errei! Devia dizer: - Viva a UEB!


Crônicas de um Velho Escoteiro.
Viva Datena e droga errei! Devia dizer: - Viva a UEB!

                           Eu gosto do Datena quando ele diz assim: Será que estou errado? Se você não sabe quem é o Datena é um comentarista de TV que fala o que quer e o que não quer. Sei de muitos que passam longe do seu programa mas eu de vez em quando dou uma olhada. Muitas vezes me faço à pergunta – Será que estou errado? Acho que sim, como dizem alguns chefes politicamente corretos eu ainda vivo no tempo da onça. Ainda fico batendo o martelo no mesmo prego entra dia sai dia. – Mas cá entre nós, não dizem que temos orgulho do nosso uniforme ou vestimenta? Você não pensa assim? Qual o melhor marketing para dizer quem somos? BP já dizia que era a farda Escoteira. Você pega um Jamboree, mais de 4.300 associados lá, e preste atenção, na maioria das vezes prendem o lenço no pescoço e dizem que estão uniformizados. Quem vê vai sempre lembrar assim. Agora eu pergunto para que possuir as outras peças do uniforme ou vestimenta? Para que? Quando deveriam se posicionar como representantes de uma organização que deveria ser respeitada eis que chefes e jovens tiram fotos, passeiam pela cidade, passeiam pelos campos com um lenço amarrado pelas pontas. Será que estou errado?

                         Sempre recebo um convite de um palestrante ou conferencista famoso. Tem de tudo. Tem aquele que nos dá ânimo, tem os que comentam fatos atuais, tem aqueles que sabem tudo sobre economia, ou esportes. Sempre cobram a entrada. Os famosos aparecem em radio, TVs, You Tube, Blogs e o escambal. Outro dia recebi um convite de um deles que iria dissertar sobre a Lagartixa Voadora! O povo vendo isto vai aprendendo vai decorando e falando para seus vizinhos e amigos. E o escotismo? Vocês já viram por acaso algum conferencista, palestristas ou mesmo um que atinge uma boa parte da população falando de escotismo? Digam-me sinceramente, alguma vez chegaram perto de um politico famoso, que sorriu ao vê-los bem uniformizado e disse: Adoro o escotismo. Fui um deles. Baden-Powell criou um dos maiores movimentos educativo para jovens do mundo! Já? Digam-me por acaso foram visitar alguns dirigentes empresariais e foram bem recebidos, saindo de lá com mais sócios beneméritos para o seu Grupo Escoteiro? E você no seu trabalho, alguma vez seu Chefe, gerente ou diretor o chamou para lhe dar os parabéns pelo seu trabalho ao movimento Escoteiro? Estamos fazendo o certo ou será que estou errado?

                       Nas últimas eleições foram centenas de chefes que se envolveram na escolha dos seus candidatos. Uns mais revoltados falaram até o que não deviam nas redes sociais. Agora, dentro da sua própria organização quantos realmente lutam para ela acertar democraticamente, fazem de tudo para que suas ideias (se elas existirem é claro) sejam ouvidas? Este ano teremos eleições, vamos melhorar os Estatutos. Ainda sobre o acordão de uma Assembleia marcada pelo corporativismo. Mas alguém se importa? Quando recebe normas que você não foi consultado ou informado você sempre diz sim senhor? Ou será que muitos tem medo do patrulhamento ideológico que existe em todos os órgãos Escoteiros? Medo? Quanto você recebe por mês para ser Chefe e ter medo de perder o emprego? Não tem direitos e não cumpre seu dever trabalhando pelos jovens em sua área de atuação? Um jovem outro dia postou aqui que ele se ressente por nunca ter visto uma pesquisa em seu grupo, uma consulta ou uma informação transparente. Será que ele está errado?

                      Temos no escotismo uma disciplina que muitos aplaudem. Por isto temos diversos membros da associação que lutam para ter um cargo melhor na hierarquia Escoteira. Ainda bem que a maioria não está nem aí. Chamam aqueles que lutam para ser alguém que vão ter o poder do nada, mas caramba, eles lutam uma luta feroz por isto. Vê-se tantos arrostando vitórias no seu grupo, no seu distrito, mostram o caminho certo a seguir e talvez você não saiba: - Há mais de 35 anos que nosso efetivo sobe e desce entre 70.000 há 85.000. Dizem que estamos crescendo e que em 2000 e não sei quanto chegaremos aos 100.000. Só isso? Você já leu alguns artigos meus, e digo e repito que nossos resultados não são os melhores. Mudaram o programa, o uniforme, mudaram muitas coisas com vista a sermos conhecidos no Brasil inteiro. Uns dizem que estamos batalhando para termos resultados bons. Até agora não vi e nem sei se ainda vou ver no restante dos anos que viverei. Veja a maioria dos grupos são simples e a seu modo lutam por um escotismo melhor. Não aqueles poucos que jactam serem perfeitos. Eles estão ou já chegaram ao Caminho para o sucesso. Outro dia entrei na página de um deles e quer saber? O que vi de fotos e comentários não são lá estas coisas. Mas será que não estou errado?

                      Já disse e repito, resultados para se alcançar precisamos dar as mãos, conversar, trocar ideias, projetar planos futuros a curto, médio e longo prazo. Isto não se faz com meia dúzia. Em nome de uma modernidade mudamos muito. O que vejo agora são lenços no pescoço e mais nada. Veja sem desmerecer aqueles grupos que se orgulham do seu uniforme, estão bem uniformizados, são orgulho para nós, estão fazendo um marketing superior o que a UEB faz e estes eu tiro o meu chapéu. A maioria no entanto não está nem aí. Tenho visto dezenas de fotos do Jamboree, claro a maioria chefes. Gostaria de ver mais marketing dos Escoteiros nos acampamentos, patrulhas completas em ação nas atividades aventureiras, que seja duas, três ou quatro, muitos alcançando o Lis de Ouro e o Escoteiro da Pátria todos os anos, e não um mais esforçado. Gostaria de ver no peito dos jovens estrelas de atividades com dois três ou quatro anos. Sei que você pertence a um grupo de elite, dos bons, aquele que está acima de suas pretensões. Estou falando dos outros, a grande maioria que alguns dirigentes ou propensos dirigentes dizem que a culpa é dos chefes, eles é que deveriam aprender, correr atrás. E para que temos uma direção? Gente do mais alto gabarito? Será mesmo? Ou será que estou errado?

                        Sei não, acho que devia parar de falar sobre isto. Ninguém se importa o os que importam me contradizem como se estivéssemos nos melhores dos mundos Escoteiros e tendo os melhores resultados do mundo. Um país com uma população de duzentos milhões de habitantes e é o sexto em efetivo na América do Sul dá para pensar. E durma-se com um barulho desses ou será que estou errado?


Ps. – Me falaram que o congresso/assembleia nacional vai ser em São Paulo. Quem sabe estarei lá pelo menos por algumas horas para rever amigos, abraçar uns e outros, dar um sorriso e um aperto de mão. Mais nada. Tenho que  tomar cuidado. Não tenho registro e nem sei se darão um chute no trazeiro por ser um Velho chato, de galocha e que não tem papas na língua! Risos. Ou será que estou errado?