HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Lembrando Baden-Powell of Gilwell.


Crônicas de um Velho Chefe Escoteiro.
Lembrando Baden-Powell of Gilwell.
(Plagiando Carlos Gonzaga – Bat Masterson).

Na velha Inglaterra ele nasceu,
E entre irmãos ele se criou,
Seu nome em lenda se tornou,
Lord Baden-Powell, Lord Baden-Powell.

               Nasceu em Londres, nesta data no ano de 1857. Pai reverendo e professor, Mãe filha de um grande Almirante. Diziam que seu bisavô foi um dos pioneiros na colonização Norte Americana. Perdeu o pai com três anos. Sentiu falta mesmo tendo uma grande família. Adulto dizia para si: - “Dificuldades são feitas para serem superadas“. Com uma bolsa de estudo foi para Charterhouse estudar. Era daqueles que se metia em tudo e dizem que foi famoso como goleiro do time de lá. Tentou até ser ator e que quando interpretava fazia todos morrerem de rir. Era habilidoso em musica e desenho e mais tarde isto ajudou a ilustrar suas obras.

Sempre elegante e cordial,
Sempre o amigo mais leal,
Na guerra foi sempre um defensor,
Lord Baden-Powell, Lord Baden-Powell.

                Aos 19 anos já subtenente da Cavalaria foi para a Índia onde recebeu o troféu mais desejado naquele país: - Sangrar o porco! Uma caça ao Javali selvagem a cavalo com uma lança curta. O Javali sempre foi considerado um animal feroz o único que se atrevia a beber agua no mesmo lago onde bebia um tigre. Divertiu-se na Africa que dizia ser sua segunda pátria. Participou da campanha contra os Zulus e logo foi promovido a Major. Lutou com as ferozes tribos dos Ashantis e os selvagens guerreiros Matabeles. Muitas tribos o temiam e até lhe deram o apelido de “Impisa” O lobo que nunca dorme. No ano de 1899 foi promovido a Coronel na guerra dos Boers se tornou o herói de Mafeking.

E toda a nação cantava,
Sua coragem e destemor,
E dele sempre se falava
Um herói para onde for.

               Uma saga para não esquecer. Com poucos soldados conseguiu durante duzentos e dezessete dias defender a cidade. Uma epopeia que teve a colaboração dos jovens em diversas tarefas. Pela sua vida brilhante logo foi promovido a Major-general. Retornou a Inglaterra em 1901 e ficou surpreso com o sucesso de seu livro escrito para militares “Aids To Scouting”. Com sua experiência na Índia e na Africa reuniu uma biblioteca especial e através dos livros estudou a fundo os métodos usados naquela época para a educação e adestramento dos rapazes. No final de julho de 1907 fez uma experiência com 20 jovens em um acampamento na Ilha de Brownsea. Um acampamento com sucesso absoluto.

É o mais famoso dos heróis,
Que o mundo inteiro conheceu,
Fez do seu nome uma legião,
Lord Baden-Powell, Lord Baden-Powell.

                 Em 1908 lançou seis fascículos do seu manual de adestramento “O Escotismo para Rapazes”. Ele ainda nem pensava que sua ideia afetaria os jovens do mundo inteiro. Logo que foi posto a venda surgiram patrulhas e tropas Escoteiras não só na Inglaterra como em outros países. Em 1910 compreendeu que o Escotismo era sua nova vida. Pediu demissão do Exercito e ingressou na sua “segunda vida” como dizia. Agora era uma vida de serviço aos jovens do mundo por meio do escotismo. Em 1912 fez uma viagem ao redor do mundo para levar as boas novas ao escotismo que eles praticavam. Para ele eram os primeiros passos para uma Fraternidade Mundial.

Seu nome lenda se tornou,
Lord Baden-Powell, Lord Baden-Powell.
Gravado na mente ele ficou,
Lord Baden-Powell, Lord Baden-Powell.

                    O Movimento Escoteiro crescia assustadoramente. Com 21 anos passou dos dois milhões de integrantes. Baden-Powell recebeu do Rei Jorge V a Honra de ser elevado a barão. Passou a se denominar Lord Baden-Powell of Gilwell. Apesar destes títulos para todos os escoteiros ele continua a ser o Escoteiro Chefe Mundial. Com 80 anos regressou a África com sua esposa Lady Baden-Powell e fixaram residência no Quênia na sua famosa casa chamada de Paxtu (paz para dois) próximo a Nyeri. Faleceu em 8 de janeiro de 1941 faltando pouco mais de um mês para fazer 84 anos de idade. Uma lenda real, fantástica, cujo belo gesto criou uma organização que hoje ultrapassa vinte e cinco milhões de jovens em todo mundo.


Em posição de Alerta, nesta festiva data, saudemos a Baden-Powell com nosso Anrê e o Bravôo e o nosso Sempre Alerta para sempre!