HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

terça-feira, 9 de maio de 2017

Não tenho o dom de ser Salomão.


Não tenho o dom de ser Salomão.

Não tenho mesmo. Aprendi com meus pais tantas coisas que depois de me tornar escoteiro acreditei e lutei por tudo que se dizia respeito à ética, honra caráter e polidez. Vou discutir com você religiosidade? Nunca. Se você é agnóstico é seu direito. Se achares que o uniforme se veste como quer é seu direito afinal estão bagunçando tudo. Dizem muitos que a educação vem do berço. Pode até ser, mas entre nós, o escoteiro não tem a obrigação de ser educado? E dizem que muitos se acham os maiorais, os donos da verdade e tantas coisas mais. Não julgo ninguém, julgo a minha consciência. A sua meu irmão escoteiro é você quem julga. Vejo tantos julgando tantos em postagens aqui que fico pensando: Onde está a verdade? Defendem-se ex-presidentes, alguns fazem deles verdadeira idolatria.

Interessante são as criticas a muitos fatos que julgávamos só nosso. Afinal a jabuticaba é brasileira. A CLT também. Alguns defendem seus direitos com unhas e dentes e os desempregados nem dente tem. Fui empregado por 30 anos e patrão por doze. Os colaboradores que saiam por motivos diversos corriam atrás dos seus direitos. Eu patrão me chamavam ditadorzinho de terceira classe. Uma vez pensei em trabalhar sozinho. Muitas vezes trabalhava até tarde da noite para pagar indenização a quem não merecia. Não merecia? Afinal sou Salomão? Dizem que somos o país com o maior numero de reclamações trabalhista no mundo. Isto está certo? Muitos gritam que tem solução. Será que não estão lendo e vendo o que este pais está passando? Palmas a Sérgio Moro ou será que tem mais?

Quem tem a sorte de ter um trabalho não tem tempo para queimar pneus, para quebrar vidros e por fogo em ônibus e fazer passeata três vezes por semana pela manhã e a noite. Quem tem a sorte de estar trabalhando é aquele que levanta ao alvorecer e chega em casa depois do anoitecer. Aqueles que não querem deixá-lo trabalhar estão certos? O respeito de ir e vir agora é decidido por alguns? Outro dia ia fazer um exame no pulmão e não pude chegar a tempo. Impediram-me de passar com meu veículo. Onde foi parar o meu direito? Nas mãos de quem recebe 30 reais e um sanduiche para gritar direitos que ele nem conhece?

Fico pensando em 2018. Quantos congressistas irão procurar emprego nas próximas eleições? Emprego? Eles meu amigo já estão aposentados, belos salários e tem fortunas escondidas por aí. Você acredita na maior renovação deles nas próximas eleições? Metade mais um ou somente uns trinta por cento? Piada para o José Simão. E você vai votar em quem? No bonito, no valente, no que jurar que vai consertar o Brasil? Putz! Você acredita? Ou será o que diz que não sabia de nada, que não tem nada e que só seus amigos o ajudam? A culpa hoje é sempre do presidente da vez. Ele é criticado, abestalhado assim o chamam. Mas temos outro para substituir ele hoje? Ah escotismo. Tantos julgando as falcatruas dos mandantes do Brasil e sendo subservientes no escotismo por ter algum em que acreditar. 

Pronto, falei e não disse o que queria dizer. Não sou Salomão. Direitos são iguais. Pensamentos não, filosofia de vida também não. Mas olhe nunca aceitei imposição de doutores escoteiros. Aceitei amizade, aceitei fraternidade. Mas não me venham com aquela lorota de ser subserviente e disciplinado. Não sou e nunca fui. Continência se faz na hierarquia militar. No escotismo se saúda a quem gostamos e respeitamos. Ainda estou esperando os tais que defendem tudo que os donos do poder no escotismo fazem. Pena que eles só procuram o humilde, aquele que sonhou um dia ser escoteiro e ao seu modo se tornou um escoteiro da Escoteiros do Brasil!
Abraços fraternos

Chefe Osvaldo.