HOTEL ESCOTEIRO

HOTEL ESCOTEIRO
cada foto tem uma história

domingo, 11 de dezembro de 2011

CARTA PREGO



Veja as qualidades e elogie; os defeitos logo desaparecerão."
Anônimo
 
CARTA PREGO

Todos sabem, todos conhecem, todos já fizeram em parte ou no seu todo. Mas acho que não sabem da importância na formação da patrulha, na sua liberdade de ação e na sua emancipação da chefia. Digo emancipação no sentido de não tê-los como observadores diretos e estarem desde agora, rumo ao livre arbítrio, que irão exercer quando adultos. Também já as usei quando chefe de alcatéia, claro bem diferente que para os escoteiros e seniores.

Vamos recordar e ver se pensamos da mesma maneira.

a)      Comece com atividades na sede e em volta dela (máximo de dois quarteirões) – pode ser em uma reunião de tropa, no máximo um ou duas horas.
b)     Vá aos poucos expandindo o território, até chegar a um bairro distante – neste caso é necessário mais tempo.
c)      Finalmente, um acampamento de fim de semana, todo com explicações diretas da Carta.

Como preparar:
Comece sugerindo o estudo por parte dos monitores (em reunião de monitores ou na Corte de Honra), da Carta Prego. Como é, o que diz a postura dos escoteiros quando ausentes da vista do chefe e da importância na observação daqueles que estararão a sua volta. Da responsabilidade da patrulha, da ordem, da disciplina etc.
É claro que todos sabem que o melhor proselitismo, é um escoteiro ou lobinho bem uniformizado, na comunidade ou fora dela, mostrando que nossas leis Escoteiras são levadas a serio. Isto será sempre lembrando pelo monitor, pois a responsabilidade maior é dele.

Depois, faça a primeira experiência, expandindo aos poucos durante o ano, até chegar ao ápice, ou seja, um acampamento de fim de semana, totalmente feito pela patrulha, uma ou mais, sem a presença da chefia. Lembramos que a Carta Prego é para uma patrulha somente. Se outras patrulhas participarem, deverão ter programas e destinos diferentes. Demora-se muito para que varias patrulhas juntas façam atividades desta espécie, e não descartamos tais possibilidades, mas para isto é necessário anos e anos, com bons segundas e primeiras classes.

Difícil? Não. Quando jovem fiz muitas vezes, e quando chefe de tropa foram inúmeras Carta Preto realizadas com todas as patrulhas.

Enfim, o que é uma Carta Prego? Sei que todos sabem, mas vou dizer como aprendi e como as fiz. Claro que diversos escotistas que me lêem sabem fazer muito melhor, e  eu fico feliz com isto.

- Carta Prego, são instruções de atividades a serem cumpridas com horários, itinerários, boas ações, temas de adestramento de etapas de classe etc. Elas são feitas em forma de carta envelopadas que só devem ser abertas quando toda a patrulha (completa – incompleta a atividade é considerada cancelada) estiver reunida, será aberta, e aí irão cumprir as determinações escritas em uma carta aos jovens da patrulha. (ela é entregue ao monitor pelo chefe, dias antes, explicando que não deve abrir antes de todos estarem junto no horário e local programado). O monitor ou o Escriba (melhor este último) lê, e todos discutem entre si como fazer e partem para cumprir as determinações feitas pela chefia e Corte de Honra (está última não sabe a localização e meios de transporte), sabendo somente quais as rações a serem levadas e taxas (se houver ex. transporte, lanches etc.).

Assim partem em determinado horário, para a atividade programada.

Com a Alcatéia, pode-se fazer com as matilhas, em volta da sede ou abrangendo mais quarteirões, tendo em cada ponto, um escotista, que só irá intervir em caso de emergência ou necessidade. Não deve ensinar ou mesmo mostrar o rumo após a saída da sede. Para se tornar uma melhor aventura para os lobinhos, usava pais, que instruídos também eram só observadores. Assim, os lobinhos(as) achavam que estavam sempre dirigindo a si mesmos.
A Carta Prego pode abranger uma reunião de tropa ou alcatéia, um sábado ou domingo completo, ou um fim de semana.

Quanto ao programa, deve ser bem explicito, curto, sem muitas explicações, tais como: Ex. -  Vá até o bairro tal... lá encontre um escoteiro que mora na rua tal (não sabemos o numero), conversem com ele, com os pais, tudo com assuntos escoteiros. Façam um relatório de tudo, inclusive contando como agiram no ônibus, comentários dos passageiros,  algum tópico interessante ou alegre, e convidem a ele e a patrulha a visitar vocês qualquer sábado.
Neste caso, deve-se analisar o tempo a ser gasto, marcando sempre o horário de chegada – lembrar que este não pode ser alterado – chegar atrasado mostra que a patrulha não cumpriu as determinações e com isto pode perder ponto.

Enfim, existem diversos programas para uma Carta Prego. Vocês escotistas de alcatéia e tropa, sabem mais do que eu, mas querendo mais sugestões, falem comigo pelo MSN elioso@terra.com.br ou pelo email – elioso@terra.com.br.

Uma boa atividade e muito sucesso em suas seções.

A vida, sem uma meta, é completamente vazia.